Descrição do medicamento papaverina (papaverina): composição, ação, uso

Papaverina (papaverina) – medicamento do grupo dos antiespasmódicos, utilizado para aliviar espasmos vasculares e musculares lisos. É amplamente utilizado na medicina para tratar várias condições, como hipertensão, doença do refluxo gastroesofágico e espasmos vasculares. Saiba mais sobre os usos e efeitos colaterais da papaverina em nosso site.

A papaverina é uma substância medicinal usada na medicina para relaxar os músculos lisos. Pertence ao grupo dos antiespasmódicos que podem reduzir a atividade contrátil dos músculos, especialmente dos músculos lisos dos órgãos internos.

A papaverina é usada para tratar uma variedade de condições associadas à contração do músculo liso, como espasmos intestinais, vesícula biliar, trato urinário e vasos sanguíneos. Pode ajudar a reduzir a dor e melhorar o estado geral do paciente.

A papaverina é geralmente tomada por via oral na forma de comprimidos ou injeções, e seus efeitos começam minutos após a ingestão. O medicamento tem poucos efeitos colaterais e costuma ser bem tolerado pelos pacientes. Porém, é sempre recomendável consultar um médico antes de iniciar o tratamento para evitar reações indesejáveis e levar em consideração as características individuais do organismo.

É importante ressaltar que a papaverina não é uma ferramenta segura e eficaz para automedicação. Somente um médico poderá avaliar corretamente as indicações e contra-indicações de sua prescrição e determinar a posologia ideal para cada paciente.

Papaverina: o que é esse medicamento?

A papaverina tem efeito antiespasmódico, ou seja, é capaz de reduzir o tônus ​​da musculatura lisa, principalmente dos vasos e do trato gastrointestinal. Isso permite melhorar o suprimento sanguíneo, reduzir a dor e facilitar a passagem dos alimentos no sistema digestivo. O medicamento também tem efeito diurético e ajuda a dilatar o trato urinário, o que pode ser útil em distúrbios urinários.

A papaverina pode ser usada para tratar as seguintes condições e doenças:

  • Espasmos dos vasos sanguíneos do cérebro causados por enxaqueca ou outras causas;
  • Espasmos dos vasos sanguíneos do coração, que podem ser observados na angina de peito;
  • Espasmos dos vasos sanguíneos das extremidades, causados por aterosclerose ou outras causas;
  • Espasmos do trato gastrointestinal, como colite espástica, úlceras gástricas e duodenais;
  • Espasmos do trato urinário, incluindo urolitíase e espasmos da bexiga.

O Papaverine está disponível de várias formas: na forma de comprimidos, soluções para injeção e supositórios. A dosagem e o método de uso dependem da prescrição do médico e da natureza da doença.

Ação da papaverina no corpo

A ação da papaverina no corpo é baseada em sua capacidade de relaxar o músculo liso. A droga reduz o tom dos músculos lisos do trato gastrointestinal, bexiga e vasos sanguíneos, o que ajuda a eliminar o espasmo e melhorar a circulação sanguínea. Isso permite o uso de papaverina no tratamento de várias doenças associadas à contração prejudicada dos músculos lisos.

A papaverina também tem um efeito antiarrítmico e pode ser usada para corrigir o ritmo cardíaco em alguns distúrbios cardíacos.

O medicamento é geralmente tomado por via oral ou administrado por via intramuscular ou intravenosa, dependendo da prescrição do médico e da forma de liberação. No entanto, antes de começar a tomar Papaverine, é necessário consultar um médico e se familiarizar com as instruções de uso, pois a auto-medicação pode ser perigosa para a saúde.

  1. Em que doenças é usada papaverina?
  2. Que dose deve ser guiada ao usar papaverine?
  3. Que efeitos colaterais podem ocorrer ao tomar papaverina?
  4. A papaverina pode ser usada durante a gravidez e a amamentação?

Instruções para o uso de papaverine

Para melhor efeito e segurança, as seguintes instruções devem ser seguidas ao usar o Papaverine:

  1. Antes de iniciar o Papaverine, consulte seu médico ou farmacêutico para obter conselhos sobre dosagem e duração do tratamento.
  2. Tome papaverina de acordo com a dose prescrita. A droga geralmente é tomada por via oral, 30 minutos antes das refeições.
  3. Ao usar papaverina na forma de comprimidos ou cápsulas, eles devem ser tomados com água suficiente.
  4. Se o seu médico prescreveu Papaverine na forma de uma solução para injeção, entre em contato com um especialista médico para realizar o procedimento.
  5. Não exceda a dose recomendada de papaverina sem as instruções do seu médico. Fazer isso pode causar efeitos colaterais e diminuir a eficácia do tratamento.
  6. Siga as instruções do seu médico sobre a duração do tratamento. Não pare de usar papaverine sem as instruções do seu médico, mesmo que os sintomas tenham melhorado.
  7. Mantenha a papaverina fora do alcance das crianças, à temperatura ambiente, em um local seco.
  8. Se você tiver efeitos colaterais ou problemas com o uso de papaverine, consulte seu médico imediatamente.

Observe que essas instruções são gerais e podem diferir das recomendações individuais do seu médico. Sempre siga as instruções do seu médico e consulte seu médico se tiver alguma dúvida ou incertezas.

Indicações para o uso de papaverina

  • Cólicas e espasmos de músculos lisos, como espasmos do intestino, trato biliar e bexiga;
  • Dor estomacal e intestinal causada por espasmos;
  • Espasmos e dor nos órgãos pélvicos, incluindo o útero e os ovários;
  • Espasmos vasculares, como espasmos da artéria coronariana causados por doenças cardíacas coronárias;
  • Hipertensão arterial (pressão alta);
  • Angina pectoris (dor no peito causada pela isquemia do coração);
  • Doenças cardíacas orgânicas, como miocardite e endocardite;
  • Dor de cabeça e enxaqueca;
  • Distúrbios circulatórios e hipóxia (falta de oxigênio) em vários órgãos;
  • Espasmos vasculares do sistema nervoso periférico e central;
  • Espasmos brônquicos;
  • Distúrbios urinários;
  • Sintomas de prostatite (inflamação da glândula próstata) e cistite (inflamação da bexiga);
  • Distúrbios circulatórios do feto durante a gravidez;
  • Prevenção e tratamento de espasmos após procedimentos cirúrgicos.

Esta não é uma lista completa de indicações para o uso de papaverine. Antes de tomar este medicamento, você deve sempre consultar seu médico e obter recomendações para seu uso.

Contr a-indicações para tomar Papaverine

  1. Hipersensibilidade à papaverina ou outros ingredientes da droga;
  2. Disfunção hepática e renal grave;
  3. Glaucoma ou tendência ao glaucoma;
  4. Arritmia ou insuficiência cardíaca;
  5. Miastenia gravis ou outros problemas com a função muscular;
  6. Aumento da pressão intracraniana;
  7. Obstrução intestinal paralítica;
  8. Tireotoxicose;
  9. Período de gravidez e amamentação.

Se um paciente tiver pelo menos uma das contr a-indicações acima, tomar papaverina deve ser descontinuado ou não recomendado sem consultar um médico. Além disso, antes de começar a tomar Papaverine, é necessário informar o médico sobre todas as doenças concomitantes e medicamentos tomados para excluir possíveis interações e efeitos indesejáveis.

Efeitos colaterais de tomar Papaverine

Os principais efeitos colaterais da tomada de papaverina incluem:

  • Tontura;
  • Sonolência;
  • Diminuição da pressão arterial;
  • Taquicardia (aceleração da freqüência cardíaca);
  • Boca seca;
  • Nausea e vomito;
  • Aumento da secreção gástrica;
  • Fraqueza e fadiga gerais.

Tontura e sonolência são os efeitos colaterais mais comuns da papaverina. Eles podem ocorrer devido a uma diminuição da pressão arterial sob a influência da droga. Se esses sintomas ocorrerem, é recomendável abste r-se de dirigir veículos e trabalhar com máquinas que requerem maior concentração.

A pressão arterial diminuída pode levar a um sentimento de fraqueza e fadiga geral. Em alguns casos, os pacientes podem sofrer de taquicardia – freqüência cardíaca rápida. Em tais situações, recomend a-se entrar em contato com um médico e consultar sobre a possibilidade de contínuo tratamento com papaverina.

Boca seca, náusea e vômito são outros efeitos colaterais que podem ocorrer ao tomar este medicamento. Eles estão associados ao aumento da secreção gástrica e podem levar ao desconforto. Nesses casos, é aconselhável consultar um médico para determinar como lidar com esses efeitos colaterais.

No geral, a papaverina é um medicamento relativamente seguro que é bem tolerado pela maioria dos pacientes. No entanto, se ocorrerem efeitos colaterais graves, como uma reação alérgica, inchaço da laringe ou dificuldade em respirar, você deve procurar atenção médica imediata e parar de tomar a droga.

Maneiras de usar papaverine

Maneiras de usar papaverine

Existem várias maneiras de usar papaverine, dependendo da doença e de sua gravidade:

  • Intramuscular: A papaverina pode ser administrada ao corpo através de uma injeção intramuscular. Esse método é geralmente usado para aliviar espasmos agudos e dor intensa. A dosagem e a frequência da injeção é determinada pelo médico, dependendo da condição do paciente.
  • Por via oral: Papaverine pode ser tomado na forma de comprimidos ou cápsulas. Para o tratamento de cólicas do trato gastrointestinal, geralmente é recomendável tomar 40-60 mg de papaverina 3-4 vezes ao dia após as refeições. Para o tratamento de cólicas do trato biliar e do trato urinário, a dose pode ser aumentada para 80-120 mg 3-4 vezes ao dia.
  • Administração direta: para tratar espasmos retais, o papaverino pode ser administrado como supositórios. Esse método permite que o medicamento entre na corrente sanguínea rapidamente e alivie os sintomas.

É importante lembrar que a dosagem e o método de administração de papaverina podem variar dependendo das características individuais do paciente e das recomendações do médico. Antes de iniciar o tratamento, é necessário consultar um especialista médico, que escolherá o esquema ideal de terapia.

Maneiras de armazenar papaverine

Aqui estão algumas maneiras de armazenar Papaverine:

  1. Armazene em um local seco. A papaverina deve ser armazenada em um local seco a uma temperatura que não exceda +25 ° C.
  2. Evite a exposição direta à luz solar. O medicamento não deve ser exposto à exposição prolongada à luz solar direta; portanto, deve ser armazenado em um local escuro ou em um pacote protegido da luz.
  3. Longe de fontes de calor e umidade. É importante evitar o armazenamento de papaverina próximo a fontes de calor (como um forno) e umidade para evitar a possível deterioração de sua qualidade.
  4. Armazenamento fora do alcance das crianças. Como todos os medicamentos, a papaverina deve ser armazenada fora do alcance das crianças para evitar o uso acidental da droga.
  5. Não armazene após a data de validade. Após a data de vencimento da papaverina, seu uso pode ser perigoso à sua saúde. Portanto, o medicamento deve ser descartado ou substituído por um novo se a data de vencimento tiver passado.

A observância desses métodos de armazenamento garantirá uma longa vida útil e preservará a qualidade da papaverina dos medicamentos.

Peculiaridades do uso de papaverina em crianças

Basicamente, a papaverina é usada em crianças para aliviar os espasmos dos músculos lisos dos órgãos do trato gastrointestinal. Ajuda a eliminar a dor e restaurar o funcionamento normal dos órgãos. Além disso, a papaverina também pode ser usada para aliviar os espasmos dos vasos sanguíneos e melhorar a circulação sanguínea.

A dose de papaverina para crianças é determinada por um médico individualmente, com base na idade, peso e condição da criança. Geralmente, a droga é tomada por via oral meia hora antes das refeições, diluind o-a com água ou outro líquido adequado. A duração da terapia e a frequência da administração também são determinadas por um médico.

Ao usar papaverina em crianças, dev e-se observar cautela. É importante cuidar de possíveis efeitos colaterais, como sonolência, tontura ou diminuição da pressão arterial. Se uma criança sofrer algum desses sintomas, um médico deve ser consultado.

Também é importante lembrar que a autodedicação com papaverina em crianças é inadmissível. Antes de iniciar o tratamento, você deve sempre consultar um médico que determinará a dose e a duração necessárias da terapia.

Papaverine: Como agir ao perder uma dose?

Se você perder uma dose de papaverina, deve tomar a próxima dose o mais rápido possível. No entanto, se estiver próximo do momento da sua próxima dose, você deverá pular a dose perdida e continuar o tratamento como de costume.

É importante lembrar que excedendo a dose recomendada de papaverina pode causar efeitos colaterais graves, como sonolência, tontura e diminuição da pressão arterial. Portanto, você não deve tomar uma dose dupla para compensar uma dose perdida.

Se pular uma dose se tornou um problema contínuo, é recomendável entrar em contato com seu médico ou farmacêutico para obter mais informações e orientações. Eles podem sugerir um cronograma mais conveniente para você tomar o medicamento ou outra opção de tratamento alternativa.

Os principais benefícios da papaverina são

  1. Ação antiespasmódica. A papaverina tem a capacidade de relaxar os músculos lisos dos órgãos e vasos sanguíneos. Isso permite reduzir as contrações da cãibra e melhorar a circulação sanguínea.
  2. Ação ant i-hipertensiva. A papaverina ajuda a dilatar os vasos sanguíneos e reduzir a pressão arterial. Isso é especialmente útil em hipertensão e outras condições acompanhadas pela pressão alta.
  3. Ação anticonvulsivante. A papaverina pode ser usada para prevenir e aliviar cólicas, como cólicas musculares lisas do sistema digestivo, trato biliar e trato urinário.
  4. Melhoria da microcirculação. A papaverina ajuda a dilatar capilares e melhorar a microcirculação do sangue nos tecidos. Isso pode ser útil no tratamento de condições associadas ao fluxo sanguíneo prejudicado, como isquemia crônica e trombose.
  5. Segurança. A papaverina é bem tolerada pela maioria dos pacientes e tem efeitos colaterais mínimos. Não causa sedação grave ou afeta a função psicomotora, para que possa ser usada na vida cotidiana.

Essas vantagens tornam o papaverino um dos remédios mais populares para o tratamento de espasmos, cólicas e outros sintomas associados ao órgão e distúrbios do músculo liso vascular.

Q & amp; A:

O que é Papaverine?

O papaverina é um medicamento usado para aliviar os espasmos dos músculos lisos dos órgãos e vasos sanguíneos. É amplamente utilizado na medicina para tratar várias condições, como cólicas, espasmos intestinais, trato biliar e espasmos do trato urinário.

Como o papaverino funciona?

A papaverina atua nos músculos lisos dos órgãos e vasos sanguíneos, dilatand o-os e aliviando espasmos. Ele bloqueia certas enzimas no corpo, o que leva a uma diminuição na contratilidade muscular e melhora a circulação sanguínea.

Quais são as contr a-indicações para o uso de papaverina?

A papaverina não é recomendada para alergias a este medicamento, doença hepática e renal grave, hipertonidade ocular, hipotensão arterial, glaucoma, aterosclerose, miastenia gravis, taquicardia e outras doenças cardiovasculares.

Como o Papaverine é tomado?

A papaverina é tomada por via oral após as refeições ou por injeção intramuscular ou intravenosa. A dose depende da idade e condição do paciente, por isso é recomendável consultar um médico.

Que efeitos colaterais podem causar drogas à base de papaverina?

Efeitos colaterais, como sonolência, tontura, náusea, vômito, reações alérgicas, aumento da freqüência cardíaca, aumento da pressão arterial ou diminuição da pressão arterial ao tomar papaverina. Um médico deve ser consultado se houver efeitos colaterais.

O que é Papaverine?

A papaverina (papaverina) é um medicamento antiespasmódico e dilata os vasos sanguíneos. É usado para tratar espasmos lisos e vasculares, como espasmos vasculares intestinais e cerebrais.

Papaverine: Analogs e sua comparação

Vamos considerar alguns análogos da papaverina:

  • Drotaverine é um análogo de papaverina, que também é usado como um antiespasmódico. Possui propriedades farmacológicas semelhantes e eficácia no alívio dos espasmos do músculo liso.
  • O ácido mefenâmico é outro análogo da papaverina que possui efeitos analgésicos e antiespasmódicos. É frequentemente usado para aliviar a dor e as cólicas durante o sangramento mensal.
  • O hidrotalcida é um medicamento combinado que contém componentes antiácidos e antiespasmódicos, incluindo papaverina. É usado para tratar o refluxo gastroesofágico, a úlcera péptica e outras doenças gastrointestinais.

Vamos comparar esses análogos de papaverina de acordo com suas principais características:

Propriedades da drog a-farmacológica

Papaverine Ação antiespasmódica Alívio de espasmos musculares lisos Sonolência, tontura, diminuição da pressão arterial
Drotaverine Ação antiespasmódica Alívio de espasmos musculares lisos Sonolência, tontura, diminuição da pressão arterial
Ácido mefenâmico Ação analgésica e antiespasmódica Alívio da dor e espasmos durante o sangramento mensal Distúrbios gástricos, dor de cabeça, reações alérgicas
Hidrotalcida Ação antiácida e antiespasmódica Tratamento do refluxo gastroesofágico, úlcera péptica e outros distúrbios gastrointestinais Distúrbios gástricos, reações alérgicas

Conclusão: O papaverina e seus análogos são medicamentos eficazes para aliviar os espasmos do músculo liso. No entanto, antes de usar qualquer um desses medicamentos, é necessário consultar um médico e se familiarizar com as instruções de uso.